Louca é a mãe?!

Você cresce ouvindo que tem de estudar, trabalhar, casar, ter filhos, criar seus filhos com mesma maestria que cuidou de seu ciclo ‘natural’.

(Natural que digo, é a mesma de um suco de laranja de caixinha, ou mesmo do nariz de Michael Jackson e, quem sabe, do naturalíssimo sorriso quando uma torta de climão lhe é posta na mesa.)

Mas tudo se desdobra, cai do meio fio, sai da ordem demo, quando alguém resolve fazer diferente. O sangue lhe sobe a cabeça. O calor fala mais alto. A paixão. A loucura. A cobiça. O desejo. A canalhice.

O desejo pelas sombras sempre foi bem vindo, aos corações fracos. Sair do padrão nunca foi fácil. Sempre, nunca, é uma generalização que demanda muito tempo pra uma ordenação que ordenha sem pudor em tão pouco… Desandou.

Tu julga. Tu declama. Tu reclama. Tu se faz. Tu faz. Tu é igual. Tu é pior. Seu dedo aponta pro outrem e mais quatro dedos de tua mão apontam pra ti. Teu inferno tá instalado no seu corpo sem anti-vírus. Cavalo de Tróia não detectado. HD corrompido eternamente. Junto, a pouca moral que te sobrava.

Dinheiro. Este é o nome. Esta é a lei. Este é o deus dos que se deixaram levar. Apaguem as luzes, eles vivem no escuro. Brilho, só das moedas e jóias. Rostos e fauna, só os dos reais. Cagaram pro humano. Cagaram pro real real. Cagaram. E não limparam a merda que fizeram. Olha o rastro, senhor. Recolha os dejetos de seu animal, por favor. Tu tens 40 anos agora, por 10 limpei tua bunda, queira ter vergonha de se limpar, animal. 

A confusão está alastrada. O poodle não é mais de estimação, é o dono. Se limpa, ama e tem o mínimo de respeito pela dor alheia. O ex-dono, atual fera, é o enojo populacional. O estrume que cheira de longe, enquanto aduba as plantas, coitadas. Se ainda fossem de dinheiro, seriam adubadas com ‘amor’. 

A mãe gera, sofre as dores do parto, pare, põe ao mundo este pedaço de pobreza, dá peito, estudo, moral, senso comum, crítico, amor. É a guerreira, o exemplo, o tudo, o nada, a louca. É um pedaço de carne, um saquinho de dim-dim, meu amigo. Uma porra dum money acoplado numa carcaça mal acabada. Terminem o trabalho. Façam o acabamento. Acabem. Exterminem. Dinheiro foi feito pra ser usado. Foda-se o amor, ele não se compra em loja alguma, não tem valor, não presta, estrume.

Arranca tudo da velha, até as calçolas e a dentadura. Pegou os púbis? Leva também. Não precisará de mais nada disso no manicômio, já a arrancamos a sanidade, só falta a liberdade.

O que tu esqueces, é que também tivestes filhos. Filho aprende em casa. Reflexo do espelho. O seu quebrou, estrebuchou, virou isso que é hoje. Mas do seu filho, se quebrar, tu tá ferrada, meza amiga. Arrogância e soberba não entram no céu. Nem maldade pura, como esta tua. Fica de olho, pois Deus tá vendo. Seus filhos também. A gente já sabe pra quem vai sobrar…

regina-case-esquenta-390x205


Sincero, eu espero,
Gui Morais.
23 anos, publicitário.
YouTube: Sincero, Eu Espero.
Facebook: Sincero, Eu Espero.

Instagram: mr.gmorais.
SnapChat: guimorais04.
Cópia de Perfil

 

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Fabiana Ribeiro disse:

    Gente como assim eu só achei agora esse blog?! , como assim você escreve desse jeito tão maravilhosamente lindo ?! Estou amando todos os textos acho que você ganhou mais uma fã

    Curtido por 1 pessoa

    1. Gui Morais disse:

      Gente, como assim um comentário maravilhoso desses e eu só vejo agora? Muito obrigado, Fabi. Fico felizão em saber que mais pessoas estão se unindo para trocar ideias e ler meus textos. Afinal, faço com o maior carinho e de coração aberto. Sinta-se em casa, pode até abrir a geladeira. ❤

      Curtir

Desabafa

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s