Por que não fazer ao invés de comprar?

Comprar é viciante.

Isto é um fato e tem até nome: oniomania. Contudo não se esqueça que antes do produto ter ido ao mercado para ser consumido ele precisou passar por um processo de produção. Contudo a preguiça e falta de vontade e tempo impedem que você entre neste processo e acabe por se deixar levar pelo consumo.

Reflita, porém, na substituição simples do “ter” pelo “fazer”. Agora compreenda que na etapa de produção você soma a experiência, o aprendizado e agrega valores mais pessoais àquele produto, além de – é claro – poder tornar isto em um grande momento de diversão para você e sua família. 

No cenário em que nos encontramos (com tantos distúrbios econômicos) esta tarefa torna-se até eficiente para com seu financeiro. E exigem de ti uma pró-eficiência combinada com criatividade que lhe farão perceber que alguns de seus limites podem ser testados e ultrapassados. 

Sem contar na delícia de se ter feito algo para si. Ou até ter ensinado os seus filhos o valor de se fazer e – não apenas – no de se comprar.

Não deixe que a experiência de viver e aprender seja substituída pela experiência de comprar e obter.


Sincero, eu espero,
Gui Morais.
22 anos, publicitário.
YouTube: Sincero, Eu Espero.
Facebook: Sincero, Eu Espero.

Instagram: mr.gmorais.
SnapChat: guimorais04.
Perfil

Anúncios

Desabafa

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s