Tem uma barata no meu caminho!

Baratas… Como viver com elas? Como viver sem elas?

Esses tempos atrás o meu antigo chefe saiu de sua sala e perguntou se havia alguma mulher por ali para matar uma barata.


OI!?


O tom foi brincalhão, mas a palidez do rosto não negou seu medo do inseto. Com isso, três mulheres se dispuseram a matar a tal da visita indesejada. Três mulheres, nenhum homem. 

“Os valores estão invertidos“, pensei. “O que estou pensando? Outros tempo. Mulheres mais fortes e homens mais delicados.”, ainda bem.

Claramente, fui um dos homens que não se garantiu na missão, mas fiquei interessado por aquela pequena cena que aconteceu e fiquei pensando nisso. Acompanhe meu raciocínio:

Matar uma barata é, ao menos era, um exercício repudiado pelas mulheres e, então, praticado pela figura masculina. Contudo, hoje já não é bem assim. A barata leva tiro dos dois lados e, também, apavora os dois lado. Sinal claro de que as coisas mudaram.


MAS AS COISAS MUDARAM HÁ MUITO TEMPO!


Nem tanto. Já faz tempo que os homens possuem seus medos, mas há pouco tempo eles expõe suas fragilidades, pois não têm mais tanto receio de parecer menos viril. Afinal, matar ou não uma barata não te faz mais homem ou menos mulher. Assim como, ir ou não ao salão de beleza não diminui o seu papel sexual dentro da sociedade. E assim por diante.

Os tempos não mudaram. Eles ainda estão mudando. Ainda bem. ❤


Sincero, eu espero,
Gui Morais.
22 anos, publicitário.
YouTube: Sincero, Eu Espero.
Facebook: Sincero, Eu Espero.
Instagram: mr.gmorais
SnapChat: guimorais04.

Perfil

Anúncios

Desabafa

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s