Fazer o que da vida?

Ahr a vida

Esta jovem senhora que é tão passageira e inconveniente. Mas que a gente ama de paixão. Pedimos para sair várias vezes, mas sair que é ‘bom’, poucos têm coragem (ainda bem).

Nada mais justo do que começar o blog com o grande responsável pelo o surgimento de Sincero, Eu Espero, versão áudio-visual: a pergunta “O que você quer fazer da sua vida?“.


 

JÁ? NÃO SEI. PRECISA SABER? NÃO É CEDO? UM MOMENTO. PRECISO PENSAR. RESPIRAR. PARAR DE RESPIRAR, TALVEZ.


Desde que nascemos somos pressionados quanto ao que seremos. E esta pergunta de “o que você vai ser quando crescer?” de nada tem a ver com moral, ética e valores em que possa se ouvir de resposta “um cidadão de respeito em mãos e amor brotado pelas artérias. Amante das pessoas, defensor dos oprimidos e criador de façanhas com o objetivo único de bem comum” ou, ainda, algo mais simplório como “um pai de um filho único. Solteiro, mesmo. Mas feliz com minha carreira e – mais ainda – em desfrutar isto com mais alguém.”, pelo o contrário. Ao sermos perguntados de nosso desejo em relação ao futuro, estamos sendo instigados a escolher nossa carreira: quais serão suas formações? Onde trabalharão? Quanto ganharão? Aqui seu plano de carreira.

Por mais que imagine a passagem desta etapa da vida, sinto dizer – para quem ainda acredita na tal ‘passagem’ – que isso tende a piorar. Sabe o por quê? Um momento você terá de responder com um ‘martelinho final’.

Mas a questão é: teremos, realmente, que responder isso tão cedo?

Digo, tenho 22 anos. Isso é muito. Mas se parar para pensar um segundo perceberá que na realidade é muito pouco. O dobro disto nem se quer me faria estar na terceira idade. E, ainda, tive de decidir o que queria exercer “pelo o resto da minha vida” aos 17 anos. 

Eu amo minha escolha de graduação. Mas, sinceramente, não sei ao certo o que eu quero. Afinal, quero tantas coisas que tenho medo de, nesta vida, não conseguir realizar nem 1% dos meus planos

Hoje os meus planos são: meditar, comer, dormir, trabalhar e pensar o que me faz feliz, para daí – sim – investir

Meu alvo por enquanto: … (nem eu sei) ❤

Então, vamos apenas dar o play, erguer os braços e cantar a melhor música de todas:


Sincero, eu espero,
Gui Morais.
22 anos, publicitário.
YouTube: Sincero, Eu Espero.
Facebook: Sincero, Eu Espero.
Instagram: mr.gmorais
SnapChat: guimorais04.
Perfil

Anúncios

Desabafa

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s